Make your own free website on Tripod.com

paulistas.gif

História
Home
A CIDADE
HISTÓRICOS POLÍTICOS
MURAL DE RECADOS
FOTO DO LOCAL
História
Notícias
CÓDIGO PAULISTAS
CURIOSIDADE
Serviços
MAPA

DE ONDE VIEMOS E PARA ONDE VAMOS

varejista on-line

A HISTÓRIA DE MINAS GERAIS COMEÇA EM PAULISTAS

PAULISTAS é um Município de Mineiro situado na Região do Vale do Rio Doce (Leste de Minas Gerais) com sede a 510 m. alt. aos 18º 24’20’Lat. S e 42º 51’31’Long. W,. sua área é de aproximadamente 220 Km2 e o nome do Município já provocou discussões por Grandes figuras da Literatura e da cultura Brasileira como o Maior Dicionarista da Língua Portuguesa Doutor Aurélio Buarque de Holanda, que criou a expressão PAULISTANO II (adjetivo gentílico do Município) para demonstrar a íntima ligação deste Torrão com a Maior e Mais importante Cidade da América Latina (SÃO PAULO),, A Página 1518 do Dicionário da Língua Portuguesa vê-se lado a lado a Pequena PAULISTAS de Minas Gerais dividindo espaço com a terceira Maior Metrópole da Face da Terra e isto tem uma razão especial, ou seja PAULISTAS é o único Município de MINAS GERAIS que carrega nome e batismo dos fundadores do Estado;.. também o sociólogo Gilberto Freyre esteve em PAULISTAS para saciar sua curiosidade cultural e aqui escreveu a expressão "OS BANDEIRANTES FORAM OS FUNDADORES VERTICAIS DO BRASIL",. Também o Professor e Historiador Odilon Nogueira de Matos e o Presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Estado de São Paulo Ernani Donato (que traduziu a Divina Comédia de Dante Alighiere – uma das obras Literárias mais conhecidas no Planeta) também alimentaram a sua curiosidade quanto a cultura de PAULISTAS vindo o primeiro in loco para Atestar ser sem sombra de dúvida alguma PAULISTAS o marco original da História de Minas Gerais,.. a prova desta identidade está atestada a página 188 do Livro "Viagem Pelas províncias do Rio de Janeiro e Minas Gerais"do Naturalista Francês Auguste De Saint Hilaire que esteve pessoalmente em nosso Município exatamente no dia 22 de abril de 1817, quando a localidade ainda se chamava "PONTE DOS PAULISTAS" e definiu a "Ponte dos Paulistas" como a Maior obra da Engenharia de Minas Gerais até aquele ano e desde Mariana (a então Capital

de Minas Gerais) não vira nenhuma obra gigantesca como aquela e disse textualmente: "Seu nome prova que é devido a alguns desses ousados aventureiros, que partindo da Cidade de São Paulo levaram a cabo antigamente tantas descobertas no interior das Terras e cuja lembrança não se apagou da memória dos Brasileiros",.. a Ponte fora construída no local onde deságua o Rio Vermelho (Cachoeira de Geraldo Miranda) por ser aquele local um marco especial para a História do Brasil, pois ali fora encontrado o primeiro Diamante do Brasil batizado com o nome de DIAMANTE DOS PAULISTAS e remetido ao Rei de Portugal através do Bandeirante Marcos de Azeredo Coutinho (ano de 1612),.. por esta razão o Naturalista Francês apelidou a Localidade de "A CAPITAL BRASILEIRA DA SORTE", conforme matéria reportada pela Rede Globo de Televisão no dia 01/04/2000; as Bandeiras que percorreram o Município de PAULISTAS e região Leste de Minas Gerais ficam assim especificadas: 1º- A bandeira liderada Por Francisco Bruzza Espinosa, o primeiro Homem Branco que pisou o solo Mineiro no ano de 1536 (para outros Historiadores 1554- Expedição que partiu de Porto Seguro - Bahia),. 2º- A bandeira liderada por Sebastião Fernandes Tourinho, no ano de 1572 (saindo de Porto Seguro na Bahia),.. 3º- A bandeira liderada Por Marcos de Azeredo Coutinho (que ano de 1612 encontrou o primeiro Diamante do Brasil ás margens do Rio Suassuí Grande) advindo do Espírito Santo e fazendo o mesmo trajeto do Bandeirante Sebastião Fernandes Tourinho,.4º- A Bandeira liderada por Fernão Dias Paes Leme, que saindo de São Paulo no dia 21 de julho de 1674 tomando rumo do Rio Paraíba, passando por Taubaté, Pindamoiangaba e daí penetrou -

no Território Mineiro passando por Passa Quatro, Pouso Alto, Caxambu, Baependi, Ibituruna, daí rumo ao Rio das Mortes até fundar sua segunda Feitoria em Minas (São Pedro do Paraopeba),. daí ruma pela região de Betim, Lagoa Santa, Sumidouro, Rio das Velhas e parte para a região de Serro Frio, daí deflete rumo até Itacambira e inicia o seu retorno passando por Itamarandiba e chega a região de PAULISTAS-MG e no local onde deságua o Rio Vermelho constrói a Maior Obra da Engenharia Mineira, a Ponte dos Paulistas, que legou o 1º nome a localidade, que posteriormente foi simplificada com o nome de PAULISTAS.

PAULISTAS, RETRATO DA HISTÓRICA RIVALIDADE DE MINAS GERAIS COM SÃO PAULO

PAULISTAS não é apenas mais um Município entre os outros 853 da Unidade Federativa Brasileira,. PAULISTAS é o retrato vivo da significativa rivalidade que o Estado de Minas Gerais sempre teve em relação a São Paulo desde a Guerra dos Emboabas até os dias atuais;.. após o ciclo dos Bandeirantes iniciou-se o processo de reconhecimento da localidade denominada "Ponte dos Paulistas" junto ao Governo Mineiro, mas os parlamentares Mineiros relutaram e não aceitaram dentro da Província uma localidade que homenageasse São Paulo e esta batalha durou mais de 100

PESQUISA DA CASA DE CULTURA